Rippers de streams

O SoundCloud usa o protocolo de streaming mais amplamente compatível para garantir que seus sons possam ser reproduzidos por qualquer pessoa, em qualquer lugar, pela web. Quando alguém aperta reproduzir em uma faixa, a tecnologia por trás deste protocolo de streaming é colocada em ação para ter certeza de que sua faixa pode ser reproduzida. Ao usar uma tecnologia de streaming amplamente compatível, podemos ter certeza que seu conteúdo pode ser reproduzido em todos os dispositivos e navegadores.


Sites podem explorar vulnerabilidades que são inerentes nesta tecnologia de streaming, o que os permite 'ripar' o stream e oferecê-lo para download em outro lugar. Isso significa que eles não conseguem baixar o arquivo original que você carregou conosco, e sim o stream de áudio (o qual tem 128 kbps). Essa é a desvantagem de usar um sistema que permite que você seja ouvido por todos, em todos os lugares.

 
Existem outros protocolos de streaming considerados mais seguros, mas infelizmente eles não são tão amplamente compatíveis. Se alternássemos o protocolo de streaming que usamos, seu conteúdo não seria reproduzível em determinados navegadores ou dispositivos, impedindo as pessoas de conseguirem reproduzir suas faixas. 

 
Embora estejamos fazendo todo o possível para melhorar esta situação, existem várias medidas que você pode tomar para impedir downloads não autorizados do seu conteúdo. Ainda que não consigamos garantir que isso fará com que esses sites parem de acessar seu conteúdo sem sua permissão, você estará na melhor posição possível para impedir que pessoas baixem conteúdo sem o seu consentimento:

  • Desabilite os downloads de suas faixas. Saiba como fazer isso aqui.
  • Desabilite a reprodução do app, para que sua faixa não seja reproduzível fora da plataforma do SoundCloud e de seus próprios  apps (ou seja, os apps SoundCloud oficiais para iOS e Android). Saiba como fazer isso aqui.
 
Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 59 de 104